Pneumonia o que é e como tratar. Motivo do sumiço

11:15:00 Cinderela de Salto 1 Comments

Pneumonia o que é e como tratar.


Oi minhas princesas lindas tudo bem? estou sumidinha daqui do blog e do canal né? mas venho explicar para vocês o porque .
Eu estou com pneumonia, infelizmente é uma doença que é grave de certa forma e tem que ser cuidada com muita atenção. 

Eu estava a duas semanas já sentindo muita dor de cabeça, mas não dei importância pois sempre tive muita dor de cabeça, logo após veio a febre e também não dei importância pois sou alérgica a mudança de tempo e quando tempo muda fico assim.

Nuca me passou pela cabeça a Pneumonia, pois eu achava que tinha que está gripada e espirrando e hiper congestionada, mas não! a Pneumonia veio sorrateira e foi um surpresa.

Protelei ao máximo para ir ao médico e esse foi meu erro, achar que eu estava somente com um mal estar, pois odeio hospitais e ainda mais público pois nós sabemos como funciona não é mesmo?

Decidi ir pois a falta de ar estava muito intensa e não estava conseguindo manter a respiração :(
Finalmente veio o diagnóstico e ainda estou um pouco em choque, pois não imaginava.

Porque decidi vim contar a vocês... Bom eu estou sumida das redes sociais  do blog e canal enfim de tudo pois estou sem condições físicas para está ativa .

Mas Val o que é a Pneumonia ?

Pneumonia o que é e como tratar.



Pneumonia é o nome que damos à infecção de um ou ambos os pulmões. Para sermos mais precisos, a pneumonia é a infecção dos tecidos pulmonares e seus alvéolos.

A pneumonia é uma infecção não contagiosa causada habitualmente por bactérias, mas que também pode ser provocada por vírus ou fungos.

COMO SE PEGA PNEUMONIA?

A pneumonia pode ser causada, em ordem decrescente de frequência, por: bactérias, vírus, fungos e parasitas.

A maioria das pneumonias são de origem bacteriana. As bactérias que mais habitualmente provocam pneumonia são: Streptococcus pneumoniae, Pseudomonas aeruginosa, Klebsiella pneumoniae, Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis e Staphylococcus aureus
Fonte: google

Na verdade não se pega Pneumonia como falam, por que na grande maioria dos casos, a pneumonia não é uma doença contagiosa como a gripe ou tuberculose.
Você pode entrar em contato com um paciente com pneumonia sem problema algum, que, exceto em situações especiais, não haverá risco de contaminação.
Pneumonia o que é e como tratar.

A PNEUMONIA É CONTAGIOSA?

Minhas princesas está é uma resposta tão complicada pelo que andei lendo, Em geral, não, a pneumonia não é uma doença contagiosa. Mas, existem as exceções.
Há alguns tipos especiais de pneumonia que podem ser transmitidas de uma pessoa para outra, como:



Pneumonias de origem viral:

As 4 formas de pneumonia viral mais comuns são provocadas pelos vírus Influenza, Parainfluenza, Adenovírus e Vírus sincicial respiratório. O primeiro é o agente infeccioso da gripe, enquanto os 3 restantes são vírus que provocam resfriado. Em pacientes susceptíveis, essas viroses podem ir além de uma virose respiratória simples, provocando uma pneumonia viral. Esta situação é muito comum em idosos, crianças pequenas e pessoas imunossuprimidas.

Consideramos as pneumonias virais como de origem contagiosa, mas, na verdade, quem é contagioso é a virose. Se você tiver contato com um paciente portador de pneumonia por Influenza, por exemplo, o seu grande risco é de ficar gripado. Se você tiver um sistema imunológico fraco, pode também desenvolver pneumonia viral, mas isso será uma complicação da virose que você adquiriu.
Pneumonia bacteriana:

A maioria dos casos de pneumonia bacteriana não é contagiosa. Os principais agentes bacterianos que provocam pneumonia são: Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae, Klebsiella pneumoniae, Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus. Nenhuma dessas bactérias é habitualmente transmitida de uma pessoa para outra, são bactérias já presentes no nosso organismo.

Em algumas situações, porém, germes como o Streptococcus pneumoniae podem ser contagiosos. Apesar de não ser a forma mais comum de contaminação, crianças pequenas e pacientes imunossuprimidos podem adquirir pneumonia após o contato direto com pessoas infectadas. É importante salientar que o Streptococcus pneumoniae é muito menos contagioso que qualquer um dos vírus respiratórias descritos anteriormente, sendo necessário contato próximo e prolongado para haver transmissão.

Existe também um grupo de bactérias que são responsáveis por um tipo de pneumonia conhecida como pneumonia atípica. Essa forma de pneumonia é chamada de atípica porque as manifestações clínicas são habitualmente diferentes. O quadro clínico costuma ser mais brando e arrastado que o da pneumonia tradicional. Mycoplasma pneumoniae e Chlamydophila pneumoniae são duas bactérias desse grupo, que podem ser transmitidas diretamente de uma pessoa para outra através de secreções respiratórias, da mesma forma que viroses comuns são transmitidas.

Apesar do Mycoplasma pneumoniae ser uma bactéria bastante contagiosa, a maioria das pessoas que a adquire não desenvolve doença ou apresentam apenas sintomas respiratórios brandos. A pneumonia só costuma ocorrer em pacientes clinicamente mais vulneráveis e com fatores de risco para pneumonia.

A tuberculose não é considerada exatamente uma pneumonia, mas é uma forma de infecção pulmonar altamente contagiosa


Os principais fatores de risco para pneumonia são:

– Idade maior que 65 anos.
– Infecções respiratórias virais, como gripe.
– Tabagismo 
– Doenças imunossupressoras ( HIV, transplante, câncer…).
– DPOC (bronquite crônica e enfisema pulmonar) 
– Usuários de drogas 
– Doentes acamados.
– Pessoas com redução do nível de consciência.
– Hospitalizações prolongadas.
– Pacientes em ventilação mecânica (em uso de respirador artificial).
– Pacientes com outra doença pulmonar prévia (sequelas de tuberculose, bronquiectasias, fibrose cística, etc.)

Como saber se estou com Pneumonia?

Se você estiver sentindo dor no corpo, muita dor de cabeça daquelas que doem os olhos, pressão na têmpora,  dor na garganta mesmo não estando com ela vermelha, febre alta de 38,5 a 41, muita tosse no começo seca e ao passar dos dias muito carregada de catarro, respiração fraca e falta de ar. 

Você deve imediatamente procurar um médico! esses foram os sintomas que eu sentir e não dei a minima importância por achar que era bobeira. 

Como estou tratando :

O tratamento das pneumonias bacterianas é feito com antibióticos por no mínimo oito dias. As pneumonias comunitárias podem ser tratadas com antibióticos orais, porém, aquelas que evoluem mal necessitam de internação hospitalar e antibióticos venosos.

As principais drogas usadas para as pneumonias comunitárias são a amoxacilina com ácido clavulânico que é a que estou tomando, azitromicina, claritromicina, ceftriaxona, levofloxacino e moxifloxacino.

Também foi passado para mim DICLOFENACO e HISTAMIN ( Maleato de Dexclorfeniramina)

Esperam-se sinais de melhora a partir do segundo ou terceiro dia de tratamento eu estou no segundo dia  e já sinto uma diferença na minha respiração.

Bom minhas princesas, eu estou relativamente bem e medicada, peço a vocês que me coloquem em suas orações para eu ficar melhor rapidinho e voltar com tudo!
e também pedi que não achem que eu não to fazendo o máximo de mim para dar pelo menos um oi para vocês. Mas para fazer algo de péssima qualidade prefiro nem escrever. 

Alguns trechos sobre a Pneumonia peguei no titio google pois não sou médica para passar para vocês o que é e o que eu estou passando.

Super beijo para todos!!! e vão lá no canal! não me abandonem em ! 

Com carinho Cinderela <3

Posts Relacionados

Um comentário:

  1. Pensava eu que existia apenas um tipo de pneumonia, melhoras amiga! Bjsss!!!

    ResponderExcluir

Seja educado :)